‘Engenheiros de prompt’ também poderão ser substituídos por IA da Microsoft

O Copilot, inteligência artificial (IA) da Microsoft, terá uma atualização que deve substituir até mesmo quem entende da tecnologia. A IA terá um recurso de autocompletar prompts, que oferecerá sugestões e aprimoramentos aos usuários durante a escrita de comandos para sistemas de IA.

Assim que o usuário começar a escrever um comando, o Copilot tentará prever sua solicitação, com sugestões de frases prontas, incluindo detalhes que podem aprimorar o resultado desejado, tal como o Google faz durante pesquisas. Se o usuário começar com a palavra “resuma”, o Copilot poderá incluir como sugestão o resumo dos últimos dez e-mails da sua caixa de mensagens ou dados relacionados ao Office.

Além disso, a IA terá um novo botão capaz de elaborar seu comando automaticamente, enriquecendo o pedido com detalhes adicionais que podem fazer uma grande diferença no resultado da sua solicitação. No exemplo oferecido pela Microsoft, o usuário faz um pedido simples, solicitando ao Copilot para criar um documento de perguntas e respostas para um projeto. Ao clicar em elaborar comando, a IA automaticamente inclui detalhes no pedido para que o documento seja estruturado em tópicos e tenha a linguagem e conteúdo adequados ao público alvo. A IA ainda considera usar o formato de Markdown para facilitar o compartilhamento e distribuição do documento.

Outra novidade é uma interface de bate-papo que destaca futuros eventos, reuniões, entregas de projetos e documentos com informações e recomendações responsivas que possam ser úteis, baseadas nas atividades recentes do usuário. Em um exemplo, o chat pode te lembrar de uma reunião com o vice-presidente de vendas na quinta-feira e responder: “Vamos prepará-lo — clique aqui para obter notas detalhadas.”

Os usuários poderão, ainda, criar, publicar e gerenciar prompts no Copilot Lab, compartilhando-os com membros de sua ou outras equipes.

As novidades foram anunciadas no Índice Anual de Tendência de Trabalho, um relatório conjunto da Microsoft e do LinkedIn sobre o estado da IA no trabalho. A Microsoft entrevistou 31 mil usuários do Microsoft 365 em 31 países diferentes e constatou que 75% das pessoas já usam IA no trabalho. Destes, 46% começaram a usar em menos de 6 meses. A empresa também diz que 78% dos usuários de IA estão indo atrás de suas próprias ferramentas de IA para trabalhar, em vez de esperar que suas organizações forneçam ferramentas próprias.

O anúncio acontece duas semanas após a Microsoft detalhar seu último relatório fiscal, que mostrou um aumento nas receitas de produtos comerciais e serviços do Microsoft Office e Cloud. Com isso, os investidores estão ansiosos para ver sinais dos grandes investimentos feitos pela Microsoft no uso de IA para serviços de nuvem e produtividade.

https://www.estadao.com.br/link/empresas/engenheiros-comandos-prompt-ia-substituidos-copilot-nprei/

Deixe um comentário