Conar adverte Unilever por anúncio de perfume que ‘nunca acaba’

A mais recente campanha da linha de amaciantes Comfort, marca da Unilever, entrou na mira do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). É que o órgão recebeu denúncia da P&G de que o anúncio, ao usar a frase “o segredo dos perfumes que nunca acabam”, dá a entender de que o cheiro do amaciante não sai das roupas. 

O relator votou pela sustação, agravada por advertência, à Unilever pelo uso antiético de um atributo relevante à categoria. Foi acompanhado por unanimidade. 

A Unilever informou ao Valor que o processo ainda está em prazo para recurso e que está avaliando internamente as medidas a serem adotadas. 

Segundo o Conar, durante a reunião de conciliação, a Unilever afirmou que usou a técnica de “puffing”, que consiste em exagerar alguma característica ou atributo do produto, mas sem que isso engane o consumidor. Além disso, disse que a frase de efeito é cabível pela capacidade do amaciante de criar memória olfativa, graças à tecnologia de microcápsulas de perfume com estrutura de melanina. 

Na ocasião, o relator do caso ponderou que a alegação de efeitos permanentes exigiria comprovação. “No caso, a anunciante apresentou documentos de laboratórios, informando que a fragrância possuiria duração de pelo menos 100 dias no tecido após a lavagem. Assim, muito embora tenha uma duração prolongada, não se pode dizer que o perfume não acaba. O termo ‘nunca’ além de cabal é definitivo e sem margem para interpretações”, atestou. 

Em nota ao Valor, a Unilever diz que a intenção foi destacar os efeitos de longa duração das novas fragrâncias da linha Comfort. 

Procurada, a P&G preferiu não se pronunciar. 

https://valor.globo.com/empresas/noticia/2023/11/29/conar-adverte-unilever-por-anuncio-de-perfume-que-nunca-acaba.ghtml

0
O assunto do dia 153 Comentários desativados em Conar adverte Unilever por anúncio de perfume que ‘nunca acaba’

Comentários estão desabilitados para essa publicação