Novo game poderá ser uma das maiores experiências sociológicas do mundo digital

Fernando Matijewitsch – aluno do 7o. semestre do curso de Comunicação Social da ESPM/SP

Quantas vezes você já se viu obcecado em passar de uma fase, em matar um chefão, em finalmente concluir aquela seção do game para continuar sua jornada? Que bom que o jogo, depois de cada morte sua, voltava até o último ponto salvo, certo?

Em Upsilon Circuit, próximo game da desenvolvedora RobotLovesKitty, morrer significa que você nunca mais poderá jogar novamente. Não adianta criar um novo personagem, não adianta criar uma nova conta. Acabou para você. Para sempre.

Mas, por que alguém ficaria interessado em jogá-lo? O interessante deste game é que ele gira em torno de um conceito muito maior de audiência e de participação da comunidade online.

Em qualquer momento, apenas oito jogadores estarão jogando Upsilon Circuit, e estes oito jogadores estarão compartilhando o único servidor do jogo. Eles serão divididos em dois times com quatro jogadores cada. Além de competirem entre si, também precisarão enfrentar monstros, coletar tesouros e lutar para sobreviver o quanto for possível.

upsilon3

Enquanto isso, todas as outras pessoas que querem jogar o game estarão assistindo esses oito jogadores tentarem sobreviver por meio de uma cobertura ao vivo. O papel de quem fica de fora é essencial. Conforme “os escolhidos” derrotam monstros e acham tesouros, pontos de experiência são distribuídos para os espectadores, que têm o papel de decidir como evoluir as habilidades daqueles oito jogadores.

Quando algum deles morrer, um novo participante será escolhido aleatoriamente da audiência para substitui-lo. O espectador se torna jogador, e o jogador se torna espectador.

“Estamos desenvolvendo isso porque queremos assistir”, disse o co-criador do game, Calvin Goble, em entrevista para a PC Gamer. “Estamos animados porque imagine o que pode acontecer quando alguém realmente se importa com a sua única vida no jogo. Mas, estaria mentindo se não achasse que isto também é uma nítida experiência social”.

A monetização também estará presente no game. “A audiência pode comprar monstros para ir atrás dos jogadores”, diz Goble para o site especializado Polygon. “Eles podem comprar poções ou benefícios/malefícios temporários e enviar para o mundo do jogo tanto para ajudar como para criar uma barreira”.

E o pior: nenhum tipo de treino será permitido. Os jogadores entrarão no game sem prática nenhuma. Mas, boa parte dessa decisão é relacionada com a história do jogo, que será executada durante, aproximadamente, um ano, dando um fim permanente ao game após este período. “Sabíamos que, para esse projeto, precisávamos de uma história seriamente verdadeira e real. Será uma história envolvente, que só será contada uma vez”, afirma Goble.

Tudo o que já foi revelado do roteiro até agora é que o jogo se passará em um mundo onde Manhattan desapareceu nos anos 80 e um game show, em que os participantes arriscam suas vidas por prêmios fantásticos, tem uma enorme popularidade.

O apresentador deste game show é uma cabeça flutuante e digitalizada. Ele comanda o programa, aparecendo na cobertura ao vivo para fazer piadas, narrar o que está acontecendo e manter o entretenimento para a audiência.

upsilon4

O jogo inteiro está sendo desenvolvido para criar uma espécie de culto da personalidade em torno dos oito jogadores. “O game estará ativo apenas duas ou três horas por dia, como um programa de televisão”, ressalta Goble. “Em um jogo normal, você está tentando divertir o jogador. Apenas queremos que ele seja divertido para assistir”.

Por isso, o game dividirá os jogadores em dois times. A esperança é de que os espectadores escolham um lado e invistam neste time e nesses jogadores. “Quero ver as pessoas se unindo, tornando-se amigas. Quando alguém morrer, quero que a resposta seja emotiva. Quero que alguém se importe. Quero ver algo que você só consegue tirar de um filme”.

Ainda não existem detalhes sobre a data de lançamento ou sobre o preço do jogo. Porém, pelo o que podemos perceber até agora, Upsilon Circuit pode inaugurar um novo estilo de entretenimento em nossa sociedade, com suas próprias celebridades e comunidades: um tipo de reality game show.

0
Fala Aluno 409 Comentários desativados em Novo game poderá ser uma das maiores experiências sociológicas do mundo digital

Comentários estão desabilitados para essa publicação