medicina'

Startup indiana lança no Brasil ‘Trip Advisor’ para médicos

O aplicativo indiano Practo, que permite agendar consultas e escrever resenhas sobre médicos, começa a operar no Brasil hoje. O serviço, que está presente em cinco países, permitiu o agendamento de mais de 40 milhões de consultas no último ano. O Brasil é o primeiro país a receber o Practo fora da Ásia.

A proposta do Practo é ser o mesmo que o aplicativo ‘Trip Advisor’ é para os viajantes: um guia que vai ajudar pacientes a encontrar médicos de diversas especialidades. Por meio dele, é possível pesquisar os médicos por região da cidade, a formação e foto dos profissionais e consultar telefone, endereço e horário de atendimento, como mostrou matéria de Matheus Mans publicada no estadão de 18/03.

O grande destaque do aplicativo, porém, é a área de comentários dos pacientes. Nela, os pacientes poderão publicar resenhas sobre o atendimento recebido pelos médicos, que podem ajudar outras pessoas que estão em busca de uma indicação de profissional.

“É um modelo novo para o Brasil e vamos percorrer um longo caminho para facilitar o acesso aos serviços de saúde”, diz o cofundador e CEO da Practo, o indiano Shashank ND. “O serviço estimula médicos a serem mais eficientes e focados no atendimento ao paciente.”

Potencial. Para lançar o serviço no País, a companhia indiana incluiu alguns recursos especificamente para os brasileiros. O médicos podem publicar fotos do consultório em seus perfis, além de informar os planos de saúde atendidos.

“O Brasil é um dos mais importantes mercados de saúde do mundo”, afirma o presidente da empresa. “Colocamos muita energia para trazer o serviço ao Brasil. Esperamos que o País esteja entre os nossos principais mercados nos próximos dois ou três anos.”
No lançamento, o serviço está disponível apenas para médicos e pacientes da cidade de São Paulo – até o momento, cerca de 5 mil profissionais já se cadastraram. A empresa deve lançar o serviço em outras cidades até o início de 2017.

A startup pretende ganhar dinheiro no País ao cobrar dos médicos uma mensalidade para que eles possam gerenciar o agendamento de consultas por meio do Practo. No caso dos pacientes, o agendamento e consulta das informações é gratuito.

Comentários estão desabilitados para essa publicação