Instagram fica mais parecido com Snapchat

Comentários desativados

O Instagram começa a liberar novos recursos que vão torná-lo mais parecido com o rival Snapchat. O novo recurso, chamado de “Instagram Stories”, vai permitir que usuários compartilhem fotos e vídeos que ficam disponíveis durante 24 horas. Esses conteúdos podem ser personalizados com textos e desenhos, como no aplicativo rival. A novidade será liberada globalmente nas próximas semanas para os sistemas iOS e Android.

Os conteúdos temporários compartilhados não aparecem no perfil do usuário, nem no feed das pessoas que o seguem. A partir da atualização, o aplicativo vai ganhar uma seção apenas para esses conteúdos, mostrando os perfis que o usuário segue. Sempre que alguém compartilhar fotos e vídeos pelo story, o aplicativo vai sinalizar alterando a cor do contorno das fotos de perfil.

O app vai mostrar os conteúdos na sequência em que foram publicados no formato de uma apresentação de slides, como ocorre no Snapchat. As fotos são exibidas durante três segundos e os vídeos podem ter até 10 segundos. Para avançar ou retroceder, basta tocar nas extremidades da tela ou deslizar o dedo para acompanhar as histórias de outro perfil.

Ao contrário dos conteúdos compartilhadas da maneira tradicional não será possível curtir ou comentar no vídeo ou na foto. A interação com quem publicou o conteúdo se dará apenas por meio do chat. As pessoas poderão transferir as fotos e vídeos publicados por meio do Stories para seu perfil para evitar que ele se perca após a “data de validade”.

Os conteúdos compartilhados através do Story seguem as mesmas configurações de privacidade da conta do usuário. Se o perfil é fechado, somente os seguidores da conta poderão vê-los. É possível, ainda, selecionar para quais pessoas o usuário gostaria de esconder os conteúdos e acompanhar quem viu cada foto e vídeo.

A atualização indica que, assim como Facebook – que é proprietário do Instagram – o aplicativo de compartilhamento de imagens também está apostando cada vez mais no compartilhamento de vídeos. De acordo com Wiel, o volume de conteúdos em vídeo compartilhados por meio da plataforma cresceu 150% na plataforma nos últimos seis meses. “Acreditamos que este modelo parecido com o Snapchat será adotado em muitos outros aplicativos, do mesmo jeito que aconteceu com o feed, criado pelo Facebook, e a hashtag, criada pelo Twitter”.

Comments are closed.