salto_frança

Três redes de TV francesas se unem para combater Netflix

A rede francesa de TV pública (France Télévisions) e as privadas (TF1 e M6) anunciaram uma aliança inédita para criar uma plataforma de vídeo online.
A presidente da France Télévisions, Delphine Ernotte, havia defendido em novembro a criação de “uma equipe audiovisual francesa”, capaz de se converter em “líder europeia com peso na cena mundial”.
Esse tipo de aliança entre o setor público e o privado já existe nos Estados Unidos (Hulu) e no Reino Unido (Freeview).
Na França, a plataforma adotará o nome “Salto” e representa uma união inédita entre grupos que competem diariamente para conquistar telespectadores. Ainda não há data definida para o lançamento. 
A TF1 e a France Télévisions representam 75% da criação audiovisual na França, e os três sócios estão abertos à adesão de outras redes.
A plataforma online, que requererá inscrição sem compromisso, será acessível via Internet, no computador, em tablets, celulares e alguns televisores, como acontece com a Netflix e a Prime Video da Amazon.
Segundo uma fonte que conhece o projeto, a tarifa básica do serviço será de menos de cinco euros por mês.
Encarar a concorrência será um desafio: a Netflix, que atua na França há apenas quatro anos, já tem 3,5 milhões de assinantes, de acordo com o jornal francês Libération.
Com ritmo de crescimento de 100 mil novos clientes ao mês, segundo o jornal, a gigante americana pode se tornar o maior serviço de TV paga da França, superando o Canal+, que tem 4,9 milhões de assinantes.

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/06/tres-redes-de-tv-francesas-se-unem-para-combater-netflix.shtml

Comentários estão desabilitados para essa publicação