Sony define sucessor do PlayStation 4

0 comments

O presidente da Sony confirmou que a companhia está trabalhando em um sucessor para o PlayStation 4, em um momento de crescente especulação sobre se os consoles de videogames tradicionais têm futuro.
“A esta altura, o que posso dizer é que é necessário ter um hardware de próxima geração”, disse Kenichiro Yoshida, em entrevista ao Financial Times. Ele se recusou a confirmar formalmente que o futuro console da Sony levará o nome “PlayStation 5″.
Os comentários dele surgiram em meio a um debate cada vez mais intenso sobre como a Sony deveria lidar com a alta espetacular do mercado de games para smartphones, que já movimenta US$ 70 bilhões ao ano, e a mudança de hábitos de seus clientes, ao preparar os estúdios de videogames e o mercado mundial para um sucessor do PS4.
Houve rumores no setor de que a Sony poderia estar planejando um tablet que se conectaria a múltiplos aparelhos, agora que o streaming online de jogos está se tornando mais comum e a empresa busca criar sinergia ainda maior entre sua divisão de jogos e sua divisão de cinema.
Na segunda-feira, a Microsoft anunciou que iniciaria no ano que vem os testes públicos do Project xCloud, para permitir que os jogadores acessem games em plataformas diferentes. “O teste vai ser realizado em aparelhos (celulares, tablets) acoplados a um controller sem fio do Xbox via Bluetooth, e será possível jogar usando controles de toque”, disse Kareem Choudhry, vice-presidente de jogos via nuvem da Microsoft, em um post no site da empresa.
A Sony também demorou a aproveitar o potencial cada vez maior dos esportes eletrônicos, um mercado que gira em torno de uma audiência mundial de 167 milhões de pessoas, que assistem online a streams de vídeo que mostram profissionais de alto nível jogando games eletrônicos.
Analistas do setor acreditam que a Sony esteja ávida por retificar esse equívoco em seu novo console, ao garantir que suas máquinas tenham potência suficiente para transmitir os principais eventos de esportes eletrônicos.
A Sony Interactive Entertainment, a divisão da companhia que responde pelo PlayStation, anunciou estar considerando diversas opções para reforçar sua posição nos esportes eletrônicos, que ela vê como forma efetiva de encorajar os usuários a dedicar mais tempo aos games e para reforçar o papel social dos games.
Pessoas no segmento de produção de jogos que conhecem os planos da Sony para o futuro console disseram que as indicações iniciais eram de que ele talvez não represente um rompimento radical com o PS4, e que a arquitetura fundamental seria semelhante.
“A Sony provavelmente vai querer usar a bem sucedida plataforma PS4 pelo máximo de tempo possível”, disse Kazunori Ito, analista da Ibbotson Associates Japan, uma empresa de pesquisa.
Desde que o PS4 chegou ao mercado, em 2013, vendeu mais de 80 milhões de unidades, e se tornou o console de vendas mais rápidas na história da Sony.
Os especialistas em games dizem que seria prematuro para a Sony abandonar os consoles e trocá-los pelos jogos em nuvem, quando o PS4 chegar ao final de seu ciclo, porque isso a tiraria dos mercados que não terão conectividade de dados 5G de próxima geração para baixar os games via internet.
Mas os analistas ainda assim detectam uma mudança no balanço interno da Sony, cujos executivos agora precisam se adaptar a um mercado que muda rapidamente, em lugar de controlá-lo de cima abaixo.
Como parte dessa virada, a empresa recentemente sinalizou que abriria o imensamente popular game Fortnite Battle Royale para que os jogadores do Sony PS4 possam enfrentar jogadores em outras plataformas. A decisão representaria uma mudança radical para a Sony, que antes insistia em que games fossem jogados exclusivamente em sua plataforma, a fim de garantir a qualidade da experiência de jogo.
“Hoje, as comunidades em torno de certos jogos evoluíram a tal ponto que experiências em múltiplas plataformas podem representar valor adicionado significativo para os jogadores”, escreveu recentemente John Kodera, que comanda os negócios da divisão PlayStation da Sony, no blog da companhia. “Isso representa uma grande mudança de normas para a SIE”.

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/10/sony-define-sucessor-do-playstation-4.shtml

Deixe seu comentário