usina_nuclear

Rússia fecha acordo nuclear com a Argentina, competindo com a China

A Rússia assinou um novo acordo de cooperação nuclear com a Argentina, que já negocia com a China sobre a construção de reatores nucleares. 
A construtora de reatores estatal russa Rosatom disse em um comunicado que os dois países haviam assinado um “documento estratégico” confirmando a parceria em energia nuclear na cúpula do G20 em Buenos Aires no final de semana. 
O documento foi assinado pelo CEO da Rosatom Alexey Likhachev e pelo Ministro de Energia da Argentina, Javier Iguacel, em uma cerimônia que teve a presença dos presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Argentina, Maurício Macri. 
O acordo não é um contrato para construir reatores nucleares, mas um acordo básico como outros que a Rússia já assinou com outros países. 
Tais acordos nem sempre levam a contratos fixos e normalmente são re-confirmados em intervalos de alguns anos. A Rússia já assinou outros acordos nucleares com a Argentina, o último deles em 2015. 
O acordo mais recente acontece pouco depois que o diretor da agência nacional de investimentos da Argentina disse à Reuters no mês passado que a Argentina e a China buscavam fechar em alguns dias um acordo de até 8 bilhões de dólares para construir uma quarta usina nuclear na Argentina.

https://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKBN1O22M5-OBRWD

Comentários estão desabilitados para essa publicação