trump_putin

Trump convida Putin para visita à Casa Branca

Em um conturbado momento das relações entre a Rússia e o ocidente, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, convidou o presidente russo, Vladimir Putin, para uma visita à Casa Branca, segundo informou um assessor do Kremlin nesta segunda (2).
O convite foi feito durante uma ligação telefônica entre os dois mandatários, no dia 20 de março –quando Trump parabenizou o russo pela vitória nas eleições, contrariando a recomendação de assessores em função das suspeitas de fraude e do engessado sistema político do país. 
O governo dos EUA confirmou que os dois líderes falaram, na ocasião, sobre a possibilidade de um encontro bilateral “num futuro não muito distante”, mas que vários lugares foram cogitados para a realização do evento, incluindo a Casa Branca. 
“Eu espero que os americanos não voltem atrás em sua própria proposta de discutir a possibilidade de sediar um encontro”, afirmou Yury Ushakov, assessor do Kremlin, nesta segunda. “Foi Trump quem propôs sediar o evento em Washington, na Casa Branca.”
Ainda não há data ou local definidos para o encontro.

CONTEXTO
O anúncio desta segunda ocorre em meio a uma crise diplomática entre a Rússia e o ocidente, entre acusações de interferências em eleições estrangeiras e de envolvimento do governo russo em uma tentativa de homicídio.
O Kremlin é suspeito de ter sido o mandante do envenenamento de um ex-espião russo e de sua filha no Reino Unido. Os dois foram vítimas de uma arma química produzida na Rússia, segundo o governo britânico, e criada pelos soviéticos nos anos 1970. 
Governos de 23 países, incluindo os EUA, anunciaram a expulsão de diplomatas russos, em retaliação ao crime. Em resposta, a Rússia anunciou quatro dias depois a expulsão de 60 diplomatas americanos, e fechou o Consulado dos EUA em São Petersburgo.
O governo de Putin nega e atribui as acusações a uma campanha anti-Rússia.
Investigado pelo suposto envolvimento de sua campanha à Presidência com os russos, Trump tem demonstrado simpatia por Putin, mas ao mesmo tempo anunciou sanções contra o país pela interferência nas eleições presidenciais e criticou enfaticamente, inclusive na Estratégia de Segurança Nacional de sua gestão, a ameaça da Rússia à soberania econômica dos EUA.
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/04/trump-convida-putin-para-visita-a-casa-branca.shtml

Comentários estão desabilitados para essa publicação