amazon_ad_notaalta

Amazon e Twitter crescem e enfrentam Google e Facebook em anúncios digitais

Empresas como Amazon e Twitter têm mostrado força e conseguido uma fatia maior do mercado de anúncios digitais nos Estados Unidos, dominado por Google e Facebook. Essa é uma das informações disponíveis em um dos mais importantes relatórios sobre tendências na internet, mídia e publicidade, divulgado nesta terça (11), durante a Code Conference 2019, realizada em Scottsdale, no estado do Arizona (EUA).
Elaborado por Mary Meeker, sócia da empresa de capital de risco Bond Capital, o estudo tem 333 páginas que trazem um panorama do que aconteceu de mais importante no último ano e observam o horizonte web para 2019.
Enquanto o Google cresceu 40% e o Facebook teve acréscimo de 80%, aproximadamente, outros players como Amazon, Twitter, Snapchat e Pinterest tiveram juntos um aumento de receita de cerca de 130% como plataforma de anúncios online, do primeiro trimestre de 2017 até o mesmo período de 2019.
Porém o duopólio do gigante de buscas e da rede social de Mark Zuckerberg ainda é expressivo. Segundo o relatório, os dois maiores acumularam no primeiro trimestre de 2019, cerca de US$ 45 bilhões (R$ 175 milhões) em receita, enquanto as outras quatro companhias juntas somaram pouco menos US$ 4 bilhões (R$ 15,5 bilhões).
Os índices acompanham a curva positiva de gastos em publicidade na internet nos EUA, que acelerou 22% em 2018.
Outro ponto de destaque no relatório é o indicativo de que os americanos estão gastando mais tempo com a mídia digital. Já são 6,3 horas por dia em 2018, 7% a mais que no ano anterior. O fator é impulsionado por smartphones e outros dispositivos conectados (3,6 horas), enquanto o tempo gasto no desktop teve uma pequena redução — de 2,1 para 2.
O impacto de imagens na navegação também é ressaltado no estudo. As pessoas têm se comunicado cada vez mais por meio delas, aproveitando mais conexões wifi e melhores câmeras de celulares. Com isso, redes sociais como o Twitter, que costumava usar apenas texto, já conta com mais de 50% de suas impressões com postagens que envolvem fotos, vídeos e outras mídias.

https://inteligenciademercado.blogfolha.uol.com.br/category/cases/

Comentários estão desabilitados para essa publicação