comercio_mundial

OMC vê “perdas de impulso” do comércio global

A Organização Mundial do Comércio (OMC) apontou ontem para mais “perda de impulso” no crescimento do comércio internacional no quarto trimestre, em meio à escalada de tensões e incertezas na economia global.
O Indicador sobre as Perspectivas do Comércio Mundial, que busca fornecer informações em tempo real sobre a tendência de exportações e importações globais, caiu para 98,6 pontos, ante 100,3 na estimativa anterior.
Alguns riscos globais estão se materializando, avalia o G-20
Um resultado acima de 100 aponta tendência de crescimento do comércio; abaixo de 100 indica possibilidade de queda.
O aprofundamento do que a OMC chama de ”moderação” atingiu todos os índices que a entidade utiliza. Em particular, o índice de encomendas de exportações está agora em 96,6 pontos, em declínio constante ao longo do ano.
Os índices para produção automotiva e vendas está em 96,9 pontos. Os de componentes eletrônicos (93,9) e de produtos agrícolas (97,2) também caíram. Ao mesmo tempo, os índices para carga aérea (100,0) e de transporte de contêineres (101,2) declinaram, mas se mantêm
acima da tendência.
Recentemente, a OMC já havia alertado que o desempenho nesses índices parecia ter atingido o pico.
Na semana passada, a OMC mostrou que o número de medidas que restringem o comércio nos países do G-20 foi seis vezes maior nos últimos seis meses do que no semestre anterior, numa indicação de crescente protecionismo entre as principais economias.

https://www.valor.com.br/internacional/6000929/omc-ve-perdas-de-impulso-do-comercio-global#

Comentários estão desabilitados para essa publicação