amazon

Amazon pode virar a firma mais valiosa dos EUA

A Amazon.com ultrapassou o Facebook na semana passada e se tornou a sexta maior empresa dos Estados Unidos em valor de mercado. Ela pode se tornar a primeira em 2020, prevê Rob Sanderson, analista da firma de pesquisa MKM Partners.

O motivo, diz ele, é que a Amazon tem mais espaço para crescer que qualquer outra grande empresa. “A Amazon tem uma posição significativa nas duas das maiores oportunidades seculares de crescimento que existem”, diz Sanderson, referindo-se ao varejo on-line e à computação em nuvem, como mostrou material do The Wall Street Journal, assinada por Jack Hough, publicada no Valor Econômico de 6/06.

Considere o potencial da Amazon no varejo. A empresa tem uma participação entre 35% e 40% no comércio eletrônico dos EUA, estima Doug Anmuth, do banco J.P. Morgan. E o comércio eletrônico responde só por 11% a 12% da receita do varejo no país, sem contar gasolina, alimentos e automóveis, podendo acabar com mais de 30%, segundo Anmuth.

Em outras palavras, a Amazon está garantindo uma fatia de crescimento rápido de uma torta de crescimento rápido.

Comentários estão desabilitados para essa publicação