Amazon amplia poder de botão para compras

Comentários desativados

Há um ano, a Amazon – que persiste em inventar meios de fazer compras com o mínimo esforço – apresentou o Dash Button com um único propósito: permitir ao consumidor comprar produtos corriqueiros como sacos de lixo e pasta de dente com um toque de botão.

No começo, muita gente achou que o aparelho de plástico do tamanho de um controle de garagem fosse uma piada, já que a Amazon o lançou perto do “Dia da Mentira”, celebrado em 1º de abril. A ideia de um dispositivo que permite ao consumidor comprar um artigo – e apenas um – parecia meio maluca. Mas o Dash Button está longe de ser uma brincadeira, como mostrou matéria do The New York Times, assinada por  Nick Wingfield, publicada no Estadão de 2/04, pg B14

A partir desta semana, o catálogo de produtos disponível para compra por meio do Dash Button passará de 30 para mais de cem itens. Agora, pilhas Energizer, absorventes Stayfree e água de coco Zico Premium terão cada um seu Dash Button. Também estão entrando para o clube o café Peet’s, bebidas Red Bull e pipoca gourmet Orville Redenbacher, além de caixas de areia para gato Arm & Hammer. “O que ouvimos dos consumidores é que eles querem mais”, diz Daniel Rausch, diretor do Dash na Amazon. “E fabricantes estão brigando para entrar no programa.”

Segundo a Amazon, os consumidores estão usando o botão de compras com cada vez mais frequência. O número de pedidos pelo equipamento cresceu 75% ao se comparar uma semana de março de 2015 com outra de dezembro passado, informa o executivo, sem revelar o volume de vendas. A empresa afirma que mais de uma compra é feita por minuto, em média, pelos clientes da Amazon por meio do Dash Button.

A Amazon cobra US$ 4,99 por um Dash Button, mas devolve a quantia tão logo o cliente faça sua primeira compra por meio do dispositivo – o que praticamente garante que o consumidor compre um item pelo menos uma vez. Por enquanto, o equipamento está disponível apenas para clientes da Amazon que pagam US$ 99 por ano pelo serviço Prime. Cada Dash Button tem um adesivo para fixá-lo em qualquer lugar da casa e o logotipo do produto correspondente ou publicidade “dentro de casa”.

Futuro. Com o Dash Button, a Amazon está afastando a dor de cabeça de ter de acessar o site ou aplicativo para fazer uma encomenda – embora essa trabalheira seja questionável – com um botão instalado numa prateleira, mesa ou armarinho de remédios. Para Scott Galloway, professor de marketing na Escola de Comércio Stern, da Universidade de Nova York, a Amazon vai ainda mais longe: no futuro, ela poderá analisar os padrões de compra e repor itens de uso comum sem que o consumidor precise fazer um pedido. “Creio que a meta é programar um fornecimento semanal”, diz.

A Amazon, com sede na cidade norte-americana de Seattle, registrou uma patente alguns anos atrás para “remessa de encomenda por antecipação”.

Para alguns, o Dash Button é mais um sintoma da progressiva preguiça da sociedade, embora Galloway não veja o dispositivo como mais danoso que o controle remoto da TV. Um risco óbvio dessa facilidade, porém, é adquirir produtos sem querer.

Comments are closed.