Aliado de Merkel pede “Estados Unidos da Europa”

Comentários desativados

A Alemanha está mais perto de formar um novo governo. O Partido Social Democrata (SPD) se disse ontem disposto a negociar uma nova coalizão com a premiê democrata-cristã Angela Merkel.

O partido, que vinha governando numa “grande coalizão” com Merkel, fez campanha eleitoral rejeitando um novo governo compartilhado. Merkel tentou então se aliar com verdes e liberais, mas fracassou. Se não fechar com o SPD, o país deve voltar às urnas.

No mesmo discurso em que anunciou a disposição de formar um governo, o líder do SPD, Martin Schulz, fez uma ambiciosa proposta de aprofundar radicalmente o processo de integração europeu, como mostrou matéria do Valor Econômico publicada em 8/12

Ex-presidente do Parlamento Europeu, Schulz pediu a criação dos “Estados Unidos da Europa” até 2025. Ele defendeu um novo tratado para a União Europeia, que aprofunde a integração do bloco, como forma de conter o avanço do nacionalismo e do populismo no continente. Os países que se recusassem a assinar esse novo pacto federativo teriam de deixar a UE.

A proposta está em sintonia com os planos de reforma do presidente francês, Emmanuel Macron, mas pode criar dificuldades para Merkel com o seu partido.

Comments are closed.