agua_ita_espm

Gestão de Marketing e Inovação entre a ESPM e o ITA levará estudantes para Shenzhen

Marcelo Rocha e Silva Zorovich

As dinâmicas de mercado têm exigido profissionais que transitem  entre distintas áreas de conhecimento. No intuito de promover tais interações, os cursos de Administração da ESPM-SP e de engenharia do ITA (Instituto Tecnológico Aeronáutico) lançaram a 1ª Edição do Desafio Moonshot.  Neste sentido, o desafio, em parceria com as empresas Tigre, Wisnet Consulting e Elo, busca soluções para “água potável e segura para consumo, saneamento, indústria e recreação para todas as pessoas em todos os momentos”.

Inspirado pelo Global Grand Challenges, da Singularity University, o objetivo é desenvolver soluções, pilotar produtos/serviços e avançar com novos modelos de negócios para resolver o problema da falta de acesso à água potável e segura.  A ideia é pensar na inovação com respeito à forma de consumir, levando em consideração o desenvolvimento de protótipos, softwares e/ou outros projetos que possam ser aplicados e desenvolvidos visando o objetivo acima citado.

E justamente com a perspectiva de transitar entre distintas áreas de conhecimento, os resultados  esperados com este desafio são:

  • Estar na fronteira do conhecimento e descobrir inovações no momento em que elas acontecem;
  • Gerar Insights de mercado e entender os movimentos no ecossistema de marketing e inovação;
  • Criar produtos e/ou serviços, bem como contribuir para o desenvolvimento de competências e educação empreendedora;
  • Formar equipes mistas, compostas por estudantes da ESPM e do ITA .

foto_fala_professor

Lançamento do Desafio Moonshot 2018 em São José dos Campos no ITA, no dia 20/10/2018. Participação de docentes e discentes da ESPM e do ITA, assim como das empresas patrocinadoras e apoiadoras do projeto.

O grupo vencedor passará 10 dias em Shenzhen, no Centro de Inovação da empresa Tigre. A relevância da região remonta ao desenvolvimento das zonas econômicas especiais no final dos anos 70 e início dos anos 80. Além de ser uma das principais regiões de exportação mundial, abriga centros financeiros, culturais e administrativos que favorecem e fomentam a inovação e o desenvolvimento econômico da China nas últimas 4 décadas.

Comentários estão desabilitados para essa publicação